13.7.07

A explosão do ovo

Essa semana, à noite, eu e Carlos Teston, meu amigo, estávamos assistindo um filme. Quando terminou um, decidimos ver outro. O Teston me disse:

- Tu podia ir na tua casa ver se tem pipoca, né? Porque aqui não tem.

- Pipoca?

- É... vamos fazer pipoca de panela! É bem mais gostosa do que de microondas.

- Mas e eu tenho pipoca de panela?

- Estou confiante que sim.

Bom, levando em consideração que moramos no mesmo prédio e eu moro no apartamento exatamente abaixo do de Teston, desci. Pois achei a pipoca. Quando subi, ele estava rindo na cozinha:

- Olha para a minha cara!

- O que tem? Tem umas coisas brancas e amarelas penduradas no seu cabelo...

- É que agora eu já me limpei. Tu tinha que ter visto antes... Fiquei com a cara amarela.

- Mas o que foi?

- Enquanto tu foi buscar as pipocas resolvi fazer um ovo no microondas. Quando fui tirá-lo de dentro, o ovo explodiu na minha cara!

- Gente... mas como????

- Caiu 2% do ovo no chão. Olha aqui, está vendo?

- Sim... E os outros 98%?

- Os 98% foram na minha cara. Quando tirei o ovo de dentro do micro, fiquei olhando para ele. Vi que o ovo começou a se mexer. Pensei que eu estava ficando louco. Quando cheguei com a cara mais perto para ver o que era, o ovo explodiu. Nunca senti tão de perto o cheiro de um ovo.

Bem que eu havia sentido um cheiro estranho mesmo. Risadas à parte, o Teston foi fazer a pipoca. Fez um troço especial, de pipoca com sal, açúcar e canela. Delicioso. Mas quando fomos assistir, comecei a sentir um cheiro...

- Teston, tu tá fedendo a ovo!

- Eu???

- É.

- Mas eu já me limpei!

(e o filme rodando)

- Como tu conseguiu que um ovo explodisse na tua cara?

- Não sei. Quando eu vi aquele amarelinho voava em minha direção.

- E inundou tudo? Olhos, nariz, bochecha?

- Sim!!!

(risos. E o filme a mil...)

- Tá, mas tu fez a parte branca e a parte amarela do ovo?

- Não, fiz só a parte amarela. Mas deixei um pouquinho da branca. Que explodiu junto...

- mmm.

- Sujou muito a casa que a Margarete limpou ontem?

- Não. Só eu...

E continuamos vendo o filme em meio a cheiro de pipoca, canela... e ovo.

* * *

Essa história do ovo é mais ou menos como uma ala da política nacional. Alguns se sujam com explosões, daí se limpam, ficam cheirando por um tempo, e depois agem normalmente. Só que com o Teston foi só um ovo. Ao contrário da política, que lida com bens e dinheiro do povo.

5 comentários:

Anônimo disse...

E isso que o Teston fez curso de microondas!!! é sério!!!!
hahahahahahaahahahahahahahaha
Fabi Beltrami

Leandro Malósi Dóro disse...

Essa não precisa de moral da história. Ri muito.

Anônimo disse...

só porque isso não aconteceu com vocês. hehe.
Teston

Beto disse...

Já aconteceu comigo mas o ovo explodiu com o micro fechado. Grande meleca. Dizem que para cozinhar ovo no micro o negócio é furar a casca com um palito,no ponto culminante da superfície ovóide. Ah! Fique claro: fure um ovo de galinha, nenhum dos seus. Talvez seja o Ovo-de-Colombo, talvez não vai dar dar certo e o ovo explodirá na cara do "cientista".

Carlos Bilhar disse...

da próxima vez fura a gema do ovo com
um garfo|!!!!